O site da Cabral Moncada Leilões utiliza Cookies para proporcionar aos seus utilizadores uma maior rapidez e a personalização do serviço prestado. Ao navegar no site estará a consentir a utilização dos Cookies.Saiba mais sobre o uso de cookies
Antiguidades e Obras de Arte
23 e 24 de Setembro de 2019 • 19h30
Exposição
18 de Setembro • Quarta-feira das 10h00 às 20h00
19 de Setembro • Quinta-feira das 10h00 às 20h00
20 de Setembro • Sexta-feira das 10h00 às 20h00
21 de Setembro • Sábado das 10h00 às 20h00
22 de Setembro • Domingo das 15h00 às 20h00

CAROS AMIGOS,

É com muito gosto que lhes apresentamos o catálogo do nosso Leilão Presencial 201, dedicado às Antiguidades e Obras de Arte: um leilão especial, de duas sessões, abrangendo um conjunto alargado de bens de particular qualidade, raridade e antiguidade e que inclui também peças de Alta Decoração.

 

Um lustre em cristal de dezasseis braços e quarenta e oito túlipas, francês, séc. XIX, ilustra a capa (lote 128).

 

Alguns destaques:

  • MARTINHO ANTÓNIO DE SOUSA - SÉC. XVIII, PASSOS DA PAIXÃO DE CRISTO, conjunto escultórico composto por quinze retábulos com esculturas em terracota policromada e dourada, Português, cinco retábulos assinados, numerados e datados, no verso, do Porto, 1785 (lote 200);
  • PRESÉPIO, D. José (1750-1777)/D. Maria I (1777-1816), maquineta de grandes dimensões em madeira entalhada, pintada e dourada, interior com esculturas em terracota policromada e dourada, Português, séc. XVIII (4º quartel), atribuível a Martinho António de Sousa - séc. XVIII (lote 201);

Proveniência dos dois lotes acima referidos: Família dos Viscondes de Moimenta da Beira, Beira Alta, em cuja posse se encontram desde a sua produção, em 1785. Do conjunto terão feito parte mais três retábulos, dispersos em partilhas familiares durante o século XIX, e um outro presépio, de menores dimensões, que se encontra actualmente no Museu da Sé de Viseu.

 

Cross-culture

Diversas peças ilustram bem a originalidade, a estética e a riqueza cultural das peças de arte de encomenda portuguesa desde o tempo dos Descobrimentos, da África ao Extremo Oriente – encontro e cruzamento da arte e da cultura portuguesas com a arte e a cultura, as crenças, as tradições, os estilos e as técnicas da Índia, do Ceilão, da China ou do Japão, para nomear apenas alguns dos Países com que mais estreitamente nos ligámos desde o século XVI.

  • Contador Namban de 14 gavetas, madeira integralmente revestida a laca negra com incrustações de madrepérola e decoração a ouro “Flores”, “Esquilos”, “Pássaros” e “Pavão”, Nipo-Português - período Momoyama (1573-1615) (lote 559);
  • Arca estreita Indo-Portuguesa, teca, revestimento parcial a ébano, séc. XVII (lote 566);
  • Nossa Senhora com o Menino Jesus, escultura em madeira policromada, Indo-Portuguesa, séc. XVII, 1ª metade) (lote 558);

 

Pintura portuguesa e estrangeira

  • BANQUETE, óleo sobre tela, escola Europeia, séc. XVI/XVII (lote 520);
  • MILAGRE DE SANTO ANTÓNIO, óleo sobre tela, escola Ibérica, séc. XVII (lote 588);
  • BENTO COELHO DA SILVEIRA - 1620-1708, Menino Jesus entre os Doutores, óleo sobre tela, restauros antigos, não assinado (lote 165);
  • JOÃO PEDROSO - 1825-1890, Marinha, óleo sobre tela, assinado (lote 73);
  • JOSÉ MALHOA - 1855-1933, O preto caiador (“O duque das cidades d’Africa”?), óleo sobre tela, assinado (lote 164); Retratos de Alberto Rego e Senhora de Alberto Rego, pastel sobre papel, ambos assinados (lotes 154 e 155);
  • COLUMBANO BORDALO PINHEIRO - 1857-1929, Senhora e bebé, aguarela sobre papel, assinada e datada de 1903 (lote 169);
  • SIMÃO DA VEIGA - 1879-1963, Campino a cavalo e Colhida de campino, óleos sobre tela, assinados (lotes 161 e 162);
  • CARLOS BOTELHO - 1899-1982, Costa do Castelo, óleo sobre tela, assinado, etiqueta manuscrita colada no verso identificando e datando a obra de 1966 (lote 170);
  • MANUEL CARGALEIRO - NASC. 1927, Sem título, óleo sobre tela, assinado e datado de 1965 (lote 171);

 

Pratas e Jóias

  • LUIZ FERREIRA - 1909-1994, Floreira “Cisne”, prata relevada e gravada, pescoço e asas articulados, Portuguesa, séc. XX (lote 680);
  •  Parte de baixela Tiffany’s para doze pessoas, prata, decoração gravada “Grinaldas”, composto por pratos marcadores, pratos de sobremesa, pratos de pão e lavabos, Americana, séc. XX (meados) (lote 674);

 

Porcelana Chinesa e Arte Oriental

  • Par de terrinas ovais recortadas e respectivas travessas, porcelana chinesa de exportação, reinado Qianlong (1662-1722) (lote 145);
  • Biombo de quatro folhas, tamarindo com entalhamentos, placas em porcelana policromada “Paisagens orientais com figuras”, Chinês - período Minguo (1912-1949), placas de porcelana dos anos 50 (lote 430);
  • Estante expositora «Shibayama shadona», madeira exótica com entalhamentos, decoração lacada a ouro e a polvilhado de ouro “Figuras japonesas, aves e flores”, Japonesa - período Meiji (1868-1912) (lote 426);

 

Mobiliário e Decoração

  • Mesa de jogo com sistema de «concertina», D. João V (1706-1750)/D. José (1750-1777), pau-santo com entalhamentos, Portuguesa, séc. XVIII (lote 27);
  • Oratório, D. João V (1706-1750), madeira pintada, interior marmoreado, pintado e dourado «Chinoiseries», interior das portas com pinturas “Jarras com flores”, Português, séc. XVIII (lote 94);
  • Trono, Indo-Inglês, provavelmente da região de Bengala, teca integralmente revestida a folha de metal dourada e relevada, séc. XIX (lote 437);

 

Diversos

  • Calva e guarda-nuca de um elmo fechado, ferro, porta-pluma em latão “Mascarão”, três lâminas de «cobre-nuca», Europeu (possivelmente Italiano), séc. XVI (1º quartel) (lote 235);
  • Capacete da Charanga de Guarda Municipal (c. 1887), metal niquelado, latão, crina de cavalo e lã, monograma GM coroado na frente, Português, séc. XIX (lote 225);
  • Diversos relógios de mesa e de caixa (lotes 117 a 124);
  • Diversos autómatos musicais, bonecas e brinquedos, Franceses, séc. XIX (lotes 543 a 546).

 

Esperando ter o gosto de os receber brevemente, com os nossos melhores cumprimentos,

Pedro Maria de Alvim                                         Miguel Cabral de Moncada

Mensagem