O site da Cabral Moncada Leilões utiliza Cookies para proporcionar aos seus utilizadores uma maior rapidez e a personalização do serviço prestado. Ao navegar no site estará a consentir a utilização dos Cookies.Saiba mais sobre o uso de cookies
view_list
Ver como lista
view_module
Ver como cartões

euro_symbol€ 300 - 450 Base - Estimativa

remove_shopping_cart€ 0Retirado - Disponível para compra

55

De jure patronatus
CURTIUS PAPIENSIS, Rochus.- Accõmodatissimus et conducens | admodum tractatus de Jure patronatus a prestãtissi- | mo vtriusq[ue] ce[n]sure doctore dño Rocho de curte papie[n]- | si Jurium canonicon in ticine[n]si achademia p[ro]fessore or- | dinario Editus: cum vespertine iuris canonici lecture | prefectus esset. | ¢Ad lectorem. | [...] | Venundatur parrhisii in vico diui Jacobi | sub intersignio sancti Claudii, [1514].- LXXXVIII, [8] f.; 18 cm.- E. Rochus Curtius ou Rocco Corti (fl. 1470-1515), jurisconsulto, glosador e canonista, natural de Florença, leitor de Leis na Universidade de Pavia. O seu tratado "De jure patronatus", reúne um conjunto de observações e reflexões sobre as leis canónicas relativas ao patronato (ou padroado) exercido por membros da Igreja Católica, incluindo privilégios, comendas, foros e outras mordomias; os comentários de Rochus Curtius, inicialmente publicados em 1506, foram considerados o principal texto sobre este relevante e delicado tópico, pelo que foram reeditados por diversas vezes nos séculos XVI e XVII. A edição, inteiramente composta em caracteres góticos rotunda, a duas colunas, apresenta no rosto a elaborada marca do editor e "honestissimus uirus" François Regnault. No verso do fólio LXXXVII (ass. L8), um cólofon indica-nos a data precisa do terminus da impressão: "Anno a natiuitate dñi [domini] millesimo qui[n]gentesimo. xiiij. me[n]sis vero Junij. decimaqui[n]ta. Laus deo". Exemplar um pouco aparado, com três pertences manuscritos na página de rosto, de antigos possuidores portugueses (dois riscados); ocasionais anotações marginais manuscritas da época, por vezes prejudicadas pelo aparo. Encadernação singela, do século XIX, com a lombada e cantos em pele.

euro_symbol€ 500 - 750 Base - Estimativa

remove_shopping_cart€ 0Retirado - Disponível para compra

56

Histoire de la guerre en Allemagne (Londres, 1784)
LLOYD, Gen. Henry Humphrey Evans.- Introduction a l’histoire de la guerre en Allemagne, en M.DCC.LVI. entre le Roi de Prusse, et l’Imperatrice-Reine avec ses alliés. Ou mémoires militaires et politiques du Général Lloyd. Traduit & augmenté de Notes, & d’un Précis sur la vie & le caractere de ce Général / par un Officier François.- Londres. Et se trouve à Bruxelles: chez A. F. Pion, 1784.- [4], III, [1 br.], XXII (aliás LXXII), 218, [2], V, [1 br.] p.: 5 gravuras e 6 mapas desdobr.; 25 cm.- E., Henry Lloyd (ca. 1718-1783), oficial, estratega e historiador militar galês, combateu ao serviço de vários exércitos — França, Áustria, Charles Stuart, Prússia e Rússia, onde foi um dos favoritos da Imperatriz Catarina; os seus escritos influenciaram grandes estadistas, nomeadamente George Washington, tendo sido estudados pelo general George S. Patton. Lloyd manteve correspondência com o conde de Schaumburg-Lippe cujo convite para vir a Portugal não chegou a concretizar-se. Edição original da primeira história da “Guerra dos sete anos” (1756-1763), ilustrada com cinco gravuras a talhe-doce e seis mapas desdobráveis. Exemplar muito limpo, apenas com ligeiríssimas manchas de maré nas estampas, todas muito bem dobradas. Encadernação da época, inteira de carneira, muito levemente cansada, com o corte das folhas carminado.

euro_symbol€ 200 - 300 Base - Estimativa

remove_shopping_cart€ 0Retirado - Disponível para compra

62

Collecçaõ das leys, decretos, e alvarás (Lisboa, 1749-1814)
[PORTUGAL: leis, decretos, alvarás, etc.].- Collecçaõ das leys, decretos, e alvarás, que comprehende o feliz reinado dElRey fidelissimo D. Joze o I. Nosso Senhor, desde o anno de 1750 até o de 1760, e a pragmatica do Senhor Rey D. João o V. do anno de 1749. Tomo I [a tomo IX (1814)].- Lisboa: Na Officina de Antonio Rodrigues Galhardo [e outros], 1776-1814.- 9 vols.; 28 cm.- E., Colecção de leis publicadas avulso, reunidas mais de 1.500 diplomas legais em nove volumes (os três primeiros com folhas de rosto e índices), abrangendo o período que vai de 24 de Maio de 1749 a 9 de Agosto de 1814. O conjunto inclui não só o período imediatamente a seguir ao terremoto de 1 de Novembro de 1755, com também os primeiros sete anos da permanência da Corte no Rio de Janeiro, embora a totalidade dos diplomas tenham, aparentemente, sido impressos em Lisboa. Os nove volumes, ligeiramente aparados, encontram-se excepcionalmente limpos e conservam boas margens. Tomo I com pertence manuscrito, da época, na página de rosto (Serpa?); o tomo IX apresenta 28 folhas com os cantos inferiores exteriores cortados, sem nunca afectar o texto; raríssimos vestígios de trabalho de traça, confinados às guardas de três tomos e a não mais do que seis folhas (em mais de 6.000) de outros tantos diplomas contíguos às guardas (vestígios desprezáveis e marginais). Encadernações da época (primeiro quartel do século XIX), inteiras de carneira, idênticas, conservando as guardas originais, com sinais de trabalho de traça nas lombadas e algumas juntas fracas.

euro_symbol€ 2,000 - 3,000 Base - Estimativa

remove_shopping_cart€ 0Retirado - Disponível para compra

71

Histoire Naturelle des Coralines, de John Ellis, 1756
ELLIS, John.- Essai sur l’histoire naturelle des coralines, et d’autres productions marines du même genre, qu’on trouve communement sur les cotes de la Grande Bretagne de d’Irlande; auquel on a joint une description du grand polype de mer, pris auprès du Pole Arctique, par des pêcheurs de baleine, pendant l’Eté de 1753. / par Jean Ellis, membre de la Societé Royale. Traduit de l’anglois.- A La Haye: Chez Pierre de Hondt, M. DCC. LVI.,[1756].- XVI, 125, [3] p.: XXXIX gravuras; 27 cm.- E. , Primeira e única tradução francesa da obra do naturalista irlandês John Ellis (1710-1776), considerada o mais importante trabalho científico sobre corais publicado no século XVIII (a edição original havia sido publicada em Londres no ano anterior). Ellis, que inicialmente se dedicou ao comércio do linho, veio a especializar-se no estudo dos corais, tendo trocado extensa correspondência com Lineu (Carl von Linné, 1707-1778). Edição ilustrada com um frontispício gravado junto ao rosto e 39 gravuras a talhe-doce, numeradas, das quais quatro são desdobráveis (as gravuras do presente exemplar não são coloridas). Exemplar ligeiramente desconjuntado e aparado, com cortes de traça, por vezes profundos, junto ao festo (perto das margens superior e inferior) e na margem inferior que, no entanto, não afectam o texto nem a área gravada das estampas. Encontra-se, contudo, completo e limpo. Encadernação do século XIX, inteira de carneira, cansada, com o corte das folhas marmoreado. Brunet, II, col. 963. Nissen, BBI, 590.

euro_symbol€ 700 - 1,050 Base - Estimativa

remove_shopping_cart€ 0Retirado - Disponível para compra

73

Descriptions des arts et métiers (Neuchatel, 1771-1781)
DESCRIPTIONS des arts et métiers faites ou approuvées par Messieurs de L'Académie Royale des Sciences de Paris. Avec figures en taille-douce.- Nouvelle édition. / Pubilée avec des observations, & augmentée de tout ce qui a été écrit de mieux sur ces matières, en Allemagne, en Angleterre, en Suisse, en Italie. Par J. E. Bertrand...- A Neuchatel: dans l'Imprimerie de la Societé Typographique, M.DCC.LXXI -M.DCC.LXXXI (1771-1781).- 19 vols.: il.; 24 cm.- E., Conjunto completo e limpo da edição de formato mais reduzido da monumental Descriptions des arts et métiers, inicialmente publicada em fascículos, em formato in-fólio, a partir do início do século XVIII, em Paris. A presente edição foi publicada em Neuchatel entre 1771 e 1781, por iniciativa do pastor, geólogo e naturalista suíço Élie Bertrand (1713-1797) e contou com a colaboração dos melhores especialistas de cada uma das áreas temáticas, nomeadamente, Beauvais-Raseau, Courtivon, Demachy, Dudin, Duhamel Du Monceau, Fiquet, Fougeroux d'Angerville, Fougeroux de Bondaroy, Galon, Garsault, La Lande, Le Vieil, Malouin, Milly, Morand, Paulet, Réaumur, Saint Aubin, Struve, etc. As estampas, abertas a buril e água-forte, em chapa de cobre, terão sido reduzidas a partir das originais (de maior formato), pelo processo de pantógrafo. O conjunto, muito levemente aparado, mas limpo, inclui 510 gravuras, com numeração independente, encadernadas no final de cada volume, relacionadas com os diversos capítulos do texto. Estampa V do tomo X aparada na margem inferior, com prejuízo da imagem; tomo XIV com manchas de água (de maré) afectando sobretudo as primeiras 16 estampas e oito estampas mal dobradas, com imperfeições marginais. Todos os volumes apresentam, colada na contra-capa posterior, uma etiqueta tipografada com as iniciais P.M.B. Meias-encadernações de pele, da época, um pouco cansadas e desidratadas; algumas coifas (ao pé e à cabeça) danificadas; todos os tomos conservam as guardas originais em papel marmoreado; corte das folhas anilado a azul. Uma relação pormenorizada com a descrição bibliográfica de cada um dos volumes encontra-se à disposição dos interessados.

euro_symbol€ 4,000 - 6,000 Base - Estimativa

remove_shopping_cart€ 0Retirado - Disponível para compra

euro_symbol€ 15,000 - 22,500 Base - Estimativa

remove_shopping_cart€ 0Retirado - Disponível para compra

euro_symbol€ 750 - 1,125 Base - Estimativa

remove_shopping_cart€ 0Retirado - Disponível para compra

euro_symbol€ 1,000 - 1,500 Base - Estimativa

remove_shopping_cart€ 0Retirado - Disponível para compra

euro_symbol€ 2,200 - 3,300 Base - Estimativa

remove_shopping_cart€ 0Retirado - Disponível para compra

Mensagem