O site da Cabral Moncada Leilões utiliza Cookies para proporcionar aos seus utilizadores uma maior rapidez e a personalização do serviço prestado. Ao navegar no site estará a consentir a utilização dos Cookies.Saiba mais sobre o uso de cookies
Leilão Online 450 Anos de Manuscritos e Autógrafos (1501-1950)
Inicia 5 de Março de 2019 às 12h00
Encerra 11 de Março a partir das 21h00

ATENÇÃO - Encerramento adiado para dia 13 de Março a partir das 21h00

Informações sobre o Termo do leilão
A licitação dos lotes encerrará, progressiva e sequencialmente, com intervalos de 15 segundos entre cada lote, a partir da hora prevista para o termo do leilão.
Todavia, nos casos em que seja recebida uma ordem de compra (licitação) para determinado lote até três minutos antes da hora do termo do leilão, a “Cabral Moncada Leilões” prolongará automaticamente a licitação desse lote durante mais três minutos, contados a partir da hora de apresentação da última ordem de compra (licitação); e assim sucessivamente. O encerramento da licitação de cada lote em concreto estará indicado junto ao mesmo.

O prolongamento da hora de encerramento da licitação de qualquer lote não afectará a dos lotes seguintes, o que poderá resultar no encerramento dos mesmos fora da sua ordem numérica.

chevron_leftLote 4 chevron_right

JOÃO FARIA (Chanceler-Mor).- Testamento.- Século XVI (1527)

1/3

euro_symbol€ 80Valor base

doneMar 13, 2019 9:00:45 PMTerminado em

gavel€ 80Vendido


  • Título / DesignaçãoJOÃO FARIA (Chanceler-Mor).- Testamento.- Século XVI (1527)
  • DescriçãoJOÃO FARIA (Chanceler-Mor).- Testamento.- Século XVI (1527).- 4 f.; 31 cm. Transcrição do resumo inscrito na capilha (do século XVIII): Testamento de João Faria do Conselho d’El Rey e seu Chanceller-Mor: determina ser sepultado em Sancta Cruz de Coimbra, que sua m[ulh]er Joana Coelho seja tutora de seus filhos. Declara que tinha feito o que cumpria por Dir[eito] p[ara] q[ue] Affonso de Faria ficasse com Travanca, eq[ue] neste cazo pedia a ElRey que a Mercê de Carrazêdo que ha pouco lhe fizera para Affonso de Faria passasse a Luis de Faria seu filho; e encomenda a dita Sua m[ulh]er o Cazam[en]to e Educação de Suas filhas: o que m[ui]to bem podem fazer com o Rendim[en]to que devia administrar de Seus filhos. Documento datado de 20 de Julho de 1527. Duas assinaturas autógrafas ilegíveis. Caderno manuseado, com margens imperfeitas, com falta de metade (em branco) do último fólio. Proveniência: Colecção Manuel Empis de Lucena.

Mensagem